Aniversário do Escritor Manuel Alegre

Manuel Alegre de Melo Duarte é um escritor, poeta e político português. Nasceu a 12 de maio de 1936, em Águeda. Estudou Direito na Universidade de Coimbra, onde foi um ativo dirigente estudantil.

Apoiou a candidatura do General Humberto Delgado.

Foi fundador do CITAC - Centro de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra, membro do TEUC - Teatro de Estudantes da Universidade de Coimbra, campeão nacional de natação e atleta internacional da Associação Académica de Coimbra.

Dirigiu o jornal A Briosa, foi redator da revista Vértice e colaborador de Via Latina.


Muitos de seus poemas foram interpretados por cantores como Zeca Afonso e Adriano Correia de Oliveira e foram considerados bandeiras da luta pela liberdade. 

Exilado na Argélia, voltou para Portugal em 1974, quando se filiou ao Partido Socialista.

Na sua obra poética, reeditada sucessivas vezes, há no seu espaço três caminhos que representam o seu exílio e a utilização da palavra poética como arma de intervenção política.
A palavra como condição de mudança, de cidadania participada.

De entre as suas múltiplas obras destacam-se as seguintes:

- A Senhora das Tempestades (14 000 exemplares vendidos no primeiro mês)
- Alma (12 edições)

- A Terceira Rosa (premiado duas vezes)
- Livro do Português Errante
- Cão como nós (mais de 20 edições em língua portuguesa)
- O Canto e as Armas

- Um Barco para Ítaca
- Coisa Amar, Coisas do Mar, Perspectivas e Realidades, 1976
Trinta Anos de Poesia

- Rouxinol do Mundo
- Escrito no Mar - Livro dos Açores
- Nambuangongo, Meu Amor - Os Poemas da Guerra, 2ª edição, abril de 2008